POSTAGENS

Zé de Paula poderá ser o próximo prefeito de Rolândia

Chapa liderada pro Zé de Paula
Na mesma semana em que os vereadores Zé de Paula, Alex Santana, Eneias Galvão, João Ardigo e Maico Dida montaram uma chapa para disputar a direção da câmara de Rolândia no dia 15/12, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) cassou a liminar que mantinha Johnny e Danilson no cargo de prefeito e vice.
Até o dia 31/12 ainda será a vereadora Sabine Giesen a Presidente da casa, devendo assumir a prefeitura e ficar no posto até o fim do ano. 

Zé de Paula prefeito

Zé de Paula e Eneias Galvão são os vereadores mais velhos da câmara, e estão juntos na mesma chapa. Mesmo que outra chapa se inscreva, a 1ª chapa será vencedora, pois são apenas 10 vereadores, o que daria empate, sendo que venceria a chapa com o integrante mais velho.
Se nenhum vereador da chapa do Zé de Paula "roer a corda", ele se tornará o presidente e por seguinte seria o prefeito interino a partir de janeiro de 2015.

Nenhum vereador desistirá. Será?

Acredito que nenhum vereador da chapa do Zé de Paula retirará o nome, pois a notícia foi amplamente divulgada, com textos e fotos e em blogs local. Não acredito que qualquer um deles teria essa coragem, pois ficaria "queimado" perante a cidade. Se bem que nessa mesma legislatura teve um vereador que em outra circunstância...Bom, deixa pra lá. Vamos esperar.

Alguns pedidos para o Deputado Cobra

Link da imagem:
http://www.npdiario.com/noticia/15249/deputado-cobra-reporter-do-psc-visita-o-npdiario
Nem bem assumiu o cargo de Deputado Estadual, Devanil Silva, o Cobra Repórter, já tem uma lista de reivindicações antigas de Rolândia para levar a Curitiba e conseguir trazer pra Rolândia em investimentos do Governo do estado, leia-se Beto Richa.

É de conhecimento de todos que as contas do governo do estado não andam muito bem, e que tem muita gente que deu apoio ao governador e também vai querer seu naco de poder.


Não sei ao certo o que os eleitores do Cobra das cidades de Londrina, Cambé e outra dezena de cidades da região querem para eles. Pelo menos em Rolândia já se pode ter uma “listinha” do que o povo vai querer, e cobrar do deputado eleito do PSC.

Uma singela lista

A saúde vai mal Deputado Cobra. O nosso hospital precisa urgentemente ser estadualizado, para que as coisas andem de verdade. Gente concursada, para que não faltem profissionais para atender.

Temos duas rotatórias em rodovias, ao invés de contornos ou viadutos. Acho que tentaram baratear os custos e deu no que deu. Inúmeros acidentes na saída para Jaguapitã e Londrina.

Se faz necessária a liberação dos oito milhões do empréstimo, assinado pelo governador Beto e pelo Ratinho Jr. Houve muito foguetório, mas nada de "din-din".

http://youtu.be/hLFqq6lveEE

Deputado Cobra, pedimos que intervenha para que a rodovia ligando Pitangueiras a Rolândia saia do papel também.



Rolândia ganhou quase 5.000 novos veículos em apenas dois anos!

Avenida Interventor Manoel Ribas, Rolândia.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) Rolândia em 2012 já contabilizava 33.508 veículos registrados. Em 2010, dois anos atrás, esse número era de 28.781. Ou seja, um acréscimo de quase cinco mil automóveis.
O fato é notado em véspera de data comemorativa como o dia das mãe, dos namorados, dos pais,  dia das crianças e natal. Basta tentar procurar estacionamento na área central. Você perceberá que dependendo do horário, não encontrará uma vaga para estacionar, desde que não se importe em caminhar no mínimo 500 metros para se chegar ao estabelecimento de destino.

Fonte: http://www.ibge.gov.br/cidades

Autoridades começam a perceber as novas necessidades

Poucos dias atrás alguns vereadores se reuniram com representantes da comunidade, afim de buscarem alternativas para resolver parte da situação. Até agora a única coisa que ajudou a "aliviar" o problema com estacionamento, foi a criação da Zona Verde. Mas ainda é muito pouco.

Departamento de Trânsito e Guarda Municipal

Se não bastasse o problema com o estacionamento, ainda temos alguns gargalos no sistema viário. Esse gargalos permitem que alguns acidentes sejam inevitáveis de acontecerem.
Já falei aqui sobre a criação de um departamento para trabalhar somente com isso. De preferência com caráter técnico, não para ser preenchido politicamente por qualquer um. Além disso a criação da Guarda Municipal se faria necessária, e essa guarda submissa ao esse departamento, para fiscalizar e ajudar na fluidez dos veículos nas ruas, bem como autuar os infratores, como acontece em Londrina, Apucarana e Arapongas.

Mais no blog...
http://blogdohomero.blogspot.com.br/2012/04/transito-e-mobilidade-urbana-em.html
http://blogdohomero.blogspot.com.br/2012/04/voce-sabe-quantos-veiculo-circulam-e.html
http://blogdohomero.blogspot.com.br/2012/05/vereadores-fiscais-do-dtr.html
http://blogdohomero.blogspot.com.br/2012/05/vereadores-fiscais-do-dtr.html

OS FEDERAIS DE ROLÂNDIA

Deputados que tiveram uma boa votação em Rolândia em 2014
Já que nosso único candidato a federal não se elegeu, o Zezinho (PDT) e nem lançamos o vereador João Ardigo PSB (que poderia ser eleito. Depois explico em outra postagem...) vamos ter que contar pelo menos com os sete mais votados que se elegeram com nossos votos. Somados os votos quase chega aos vinte mil.

Os mais votados e que foram eleitos, são:

Luiz Hauly (PSDB) com 4.623 votos
Alex Canziani (PTB) com 4.236 votos
Marcelo Belinati (PP) com 3.657 votos
Alfredo Kaeffer (PSDB) com 3.558 votos
Luciano Ducci (PSB) com 2.350 votos
João Arruda (PMDB) com 2.036 votos
Sergio Souza (PMDB) com 744 votos

Agora é torcer para que em Brasília alguns deles não fiquem apenas fazendo oposição e esqueçam de seus eleitores!

Um bom Projeto da Escola Monteiro Lobato

Imagem: www.prefeituraderolandia.gov


Um bom projeto que começou na Escola Municipal Monteiro Lobato, será implantado em toda a rede municipal. O projeto visa incentivar as crianças a aprenderem a utilizar garfo e faca nas refeições. Segue  abaixo texto do site da Prefeitura Municipal de Rolândia:

ESCOLA MONTEIRO LOBATO TROCA COLHERES POR GARFOS E FACAS

TALHER-5Com o desafio de inovar o ambiente da Escola Municipal Monteiro Lobato, através de um curso de psicopedagogia, as estagiárias Claudete Eliani Casimiro e Célia Maria Dias e também a professora Rosinei Batistella Muller se dedicaram a um estágio funcional que acabou virando projeto piloto da Rede Municipal de Educação em Rolândia.
As futuras psicopedagogas incentivaram aos alunos do pré ao 5º ano do período vespertino a utilizarem garfo e faca durante a refeição escolar. O trabalho de comportamento teve início então com massinhas para identificar possíveis erros e dificuldades dos alunos, ao manusear os talheres.
“Com a autorização do diretor, Victor Hugo Pascoalatti, fomos buscar informações de quantidade de alunos que já utilizavam talheres, garfo e faca em casa, e como poderíamos orientar cada um no comportamento, mastigação, orientação de fila e alimentação”, afirma a professora Rosinei Batistella.
Os talheres foram adotados desde setembro na escola, com mudanças na readequação das mesas do refeitório e a troca de horários de refeição das turmas, através dos professores, diminuindo assim os machucados diários.
A nutricionista da Alimentação Escolar do município, Jaqueline Ribeiro, fala sobre a importância da mastigação correta dos alimentos. “O desenvolvimento motor para importar o alimento até a boca junto com a faca e garfo é imprescindível para a mastigação certa, pois há a possibilidade de corte de um pedaço maior de carne ou da fruta em diferentes pratos, que as escolas municipais disponibilizam.”
A intenção é que o todo o período escolar passe a utilizar os novos talheres durante o lanche, ainda este ano. Para o diretor Victor Hugo Pascoalatti, foram 100% de aceitação dos professores e a comunidade escolar. “Muitos já utilizam garfo e faca em casa e na escola era a colher, havia então esse retrocesso. Agradeço às professoras pela dedicação e incentivo na mudança de habito.”

A aluna Fernanda Greco Marino, do Pré I, utilizava somente a colher em casa e já vê grandes mudanças. “Foi muito legal, a professora ensinou que para pegar o prato com comida, tem que segurar com o dedão o garfo e a faca para não cair no chão enquanto leva até a mesa”, destaca a aluna. 
A Secretaria de Educação afirma interesse em implantar o projeto em toda a rede.
TALHER-1
TALHER-2
TALHER-4
Extraído de: http://www.rolandia.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=5398%3Aescola-monteiro-lobato-troca-colheres-por-garfos-e-facas&catid=78%3Aeducacao